sexta-feira, fevereiro 02, 2007

A GRATIDÃO
O homem, por detrás do balcão, olhava a rua de forma distraída, quando uma garotinha se aproximou da loja e amassou o narizinho contra o vidro da vitrina...
Os olhos da cor do céu brilharam quando viu determinado objecto.
Entrou na loja e pediu para ver o colar de turquesas azuis.
“É para minha irmã. Pode fazer um pacote bem bonito?
O dono da loja olhou desconfiado para a garotinha e lhe perguntou:
- QUANTO DINHEIRO VOCÊ TEM?”
Sem hesitar, ela tirou do bolso da saia um lenço todo amarradinho e foi desfazendo os nós.
Colocou-o sobre o balcão e disse:
“isto dá, não dá?...”
... Eram apenas algumas moedas, que ela exibia orgulhosa...
“- Sabe, eu quero dar este colar azul para a minha irmã mais velha... Desde que nossa mãe morreu, ela cuida da gente e não tem tempo para ela.
É aniversário dela e tenho certeza que ela ficará feliz com o colar que é da cor dos seus olhos.”
O homem foi para o interior da loja, colocou o colar em um estojo, embrulhou com um vistoso papel vermelho e fez um laço caprichado com uma fita verde.
- Tome, leve com cuidado!
Ela saiu feliz, saltitando pela rua abaixo.
Ainda não acabara o dia quando uma linda jovem, de longos cabelos loiros e maravilhosos olhos azuis, entrou na loja. Colocou sobre o balcão o já conhecido embrulho, desfeito, e indagou:
- Este colar foi comprado aqui?
- Sim, senhora.
- E quanto custou?
- Ah, falou o dono da loja, o preço de qualquer produto da minha loja é sempre um assunto confidencial entre o vendedor e o freguês...
A moça continuou: “mas minha irmã tinha somente algumas moedas... O colar é verdadeiro, não é?
Ela não teria dinheiro para pagá-lo!”
O homem tomou o estojo, refez o embrulho com extremo carinho, colocou a fita e devolveu à jovem, dizendo:
- Ela pagou o preço mais alto que qualquer pessoa pode pagar... Ela deu tudo o que tinha!
O silêncio encheu a pequena loja, e duas lágrimas rolaram pelas faces da jovem, enquanto suas mãos tomavam o embrulho e ela retornava ao lar, emocionada...

(autor desconhecido)


Esta história mostra como uma simples coisa, um simples gesto de uma menina pode marcar a diferença, vejam como a irmã da menina reagiu depois de saber que sua irmã havia pago o preço alto que podia, tudo isto porque estava grata à sua irmã pelo amor, pelo carinho, pela força que sua irmã tinha tido após a morte da mãe de ambas, tomando a rédea da vida fazendo assim tudo o que podia pela sua pequena irmã, criando-a e ajudando-a a crescer.
A isto se chama de verdadeira doação e gratidão.
Pois quem ama sem restrições sem limites, coloca sempre os outros em primeiro lugar de suas vidas.
Com tudo isto, quero apenas pedir que todos vocês procurem em suas vidas ser gratos por tudo que recebem em cada momento de suas vidas.
Eu pelo menos estou grato pelo amor, carinho, amizade e harmonia que todos me têm dado e demonstrado ao longo de minha existência, sei que não é fácil vermos as coisas por vezes dessa maneira, pois as coisas negativas quase sempre se sobrepõem sobre as boas, mas tenho tentado ser grato, como por exemplo aqui, convosco, sou grato por vocês existirem em minha vida
Obrigado meus anjos, meus amigos!
Aproveito para vos desejar um lindo e doce fim de semana e uma semana cheia de paz, amor, harmonia e muita luz em vossos maravilhosos corações.
Bjokas mil e xi – corações.

24 Comments:

At 3:23 da tarde, fevereiro 02, 2007, Anonymous Jofre Alves said...

Caro Amigo, passei para ver e apreciar o teu blogue, cuja intensidade e qualidade me atrai. Bom fim-de-semana.

 
At 3:24 da tarde, fevereiro 02, 2007, Blogger A vida da pipoka said...

nenhum dinheiro paga o amor...

obrigado pela tua visita ás minhas 'duas casas', que tanto gosto eu de receber visitas tuas meu querido amigo...

e como fico feliz de passar por aqui e saber que cá estiveste, a escrever mais um dos teus belos textos que conheces (e bem!), e a ler a forma como encaras a vida, o que para mim me marca mais.. demais até!

um radiante fim de semana, cheio de luz na tua janela...

um beijo e um abraçinho muito grande e apertadinho!

 
At 8:51 da tarde, fevereiro 02, 2007, Blogger betty boop said...

Querido Alvaro vim agradecer a tua sempre presença e lindas palavras no nosso blog sem deixar de partilhar contigo a nossa amizade, harmonia, amor e carinho. Um beijo terno

 
At 9:56 da tarde, fevereiro 02, 2007, Anonymous collybry said...

Hoje...só me desculpa pela minha ausencia, amanha virei ler este assunto tão delicado...até lá meu doce beijo___________

 
At 10:21 da tarde, fevereiro 02, 2007, Blogger Por uma lagrima said...

Alvaro,
eu procuro ser grata, mas ela por vezes é tão ingrata!!
Sim, também soltei duas lágrimas ao reler este texto... porque da primeira vez banhei-me nelas.
Com carinho, o meu beijinho

 
At 11:24 da tarde, fevereiro 02, 2007, Blogger cacharel said...

Olá!
Primeiro, quero te agradecer as lindas palavras que deixas neste post. Já o conhecia mas escrito por ti... hummmm a mensagem é outra... ;)
Segundo, um passarinho me disse que já tinhas saudades do meu perfume... (sorriso).

Jinhos e bom fim de semana*****

 
At 2:26 da manhã, fevereiro 03, 2007, Anonymous Cy. said...

Oi querido, sou grata tbm!!! Grata por ter um amigo como vc, sensível, amável, carinhoso... Obrigada! Que seu coração encontre conforto, que Deus te abençoe e te dê paz... que você consiga se acalmar e dar um sorriso lindo...pois merecemos ver você bem de novo. Tudo vai passar. Tudo vai melhorar. Não esqueça, criei um tópico na comunidade q é a maratona da gratidão. Temos q ir lá sempre agradecer a Deus por três coisas em nossas vidas... Beijo querido. Te cuida tá?! Adoro vc tbm...

 
At 3:31 da tarde, fevereiro 03, 2007, Blogger Je vois la vie en vert said...

Abri bem grandes os meus olhos e vi imagens e sentimentos lindos !
Voltarei de certeza !

 
At 4:58 da tarde, fevereiro 03, 2007, Blogger sem-comentarios said...

Uma história encantadora, meu amigo.
Quem me dera que todas as pessoas neste mundo,fossem assim, solidárias, e pensassem mais no amor por o outro do que pela parte monetária.
Mais um brilhante post :))

Espero que estejas bem, amigo.

Bjs****

 
At 5:44 da tarde, fevereiro 03, 2007, Blogger Bia said...

Belo texto... comovente... é triste mas chama a atenção para a realidade da vida, para os sentimentos que nos movem e faz-nos melhores pessoas.
Um beijo e um bom fim de semana.

 
At 9:14 da tarde, fevereiro 03, 2007, Blogger mymind said...

linda historia!
obrigada eu por seres MTA fixe =)
BJINHOS

 
At 10:22 da tarde, fevereiro 03, 2007, Blogger margusta said...

Amigo Alvaro,
...fiquei preocupada com o teu comentário...por isso vim a correr até cá, para te dizer que estou contigo de alma e coração...e se precisares de um ombro amigo ...estou aqui!!!
Recebe o meu carinho e amizade!
Abraço-te!

 
At 12:44 da manhã, fevereiro 04, 2007, Blogger Luz Dourada said...

Sim! Tudo se recomporá. confia em Deus!

Beijinho para ti,

 
At 7:00 da tarde, fevereiro 04, 2007, Blogger efvilha said...

Respondam, amigos!
Por quais horizontes se tomará a mente e a alma destes seres tão controversos, que somos nós?
Que horizonte cheio de luz acolheu a menininha, o vendedor de jóias, e a irmã moça.
Já não falemos dos horizontes obscuros. Basta-nos aquele, o da LUZ!

 
At 8:32 da tarde, fevereiro 04, 2007, Blogger Dad said...

Olá Álvaro!

Como estão os teus amigos? Espero que melhores!

Orações foram feitas.

Beijinhos para ti e FORÇA!

 
At 8:49 da tarde, fevereiro 04, 2007, Blogger Mikas said...

O amor é a moeda mais elevada de todas. *

 
At 7:32 da tarde, fevereiro 05, 2007, Blogger Morrigan said...

um texto lindo que nos faz pensar...neste mundo global, onde a informação é constante e imediata...esquecemo-nos de coisas tão simples como sorrir ao cruzar-nos com o nosso vizinho na porta de entrada comum a mais 50 pessoas...que mundo estranho este que estamos a construir...

 
At 12:41 da tarde, fevereiro 06, 2007, Blogger david santos said...

Olá, grande amigo Álvaro. Desculpa não ter passado, pois tenho necessidade de ler teus brilhantes tetxos, mas com as mudanças que por aí andam nos blogs, eu não me tenho dado lá muito bem. Vou ver se desta vez acerto.
Prabéns.

 
At 3:59 da tarde, fevereiro 08, 2007, Blogger Daniel Aladiah said...

Caro Álvaro
Bom amar e estar grato pelo que se recebe e também se dá. A borboleta é o sinal da mudança. Que o seja num caminho de amor, sempre.
Um abraço
Daniel

 
At 4:30 da tarde, fevereiro 08, 2007, Anonymous collybry said...

Oi...meu querido amigo, um gesto direi Divino mesmo, defacto e partilhar o que se tem é sublime...
Bjoca doce, Cõllybry

 
At 9:32 da tarde, fevereiro 13, 2007, Blogger redonda said...

Achei a história muito bonita e comoveu-me.

 
At 3:08 da manhã, fevereiro 16, 2007, Blogger Su said...

Uma lagrima escorreu pela minha face... beijo

 
At 9:26 da tarde, fevereiro 17, 2007, Blogger o que me vai no coração said...

realmente a ingratidão é dos piores sentimentos que pode existir..

bjos e obrigado pelas tuas "visitas"

 
At 4:23 da manhã, julho 16, 2007, Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

Dar o mais que pudermos por graditão é um ato divino. Esse texto sempre me emociona.

Pérolas incandescente de luz .

Eärwen

 

Enviar um comentário

<< Home